ACAMT – Associação Catarinense de Musicoterapeutas

Qual a importância da música para você?

>> Textos publicados por Sara Haymussi no Jornal Caboclo da  região do Contestado, SC >>

Musicoterapia – Por Sara Haymussi

Qual a importância da música para você?

Você é daquelas pessoas que ouvem musica o tempo todo? Se entra no carro, liga o radio. Se anda a pé ou de ônibus, está com um fone de ouvido. Entra na academia…e é invadido pelo som, que te dá energia para malhar. E a dona de casa? Claro, o canal de musica na TV, com o estilo musical preferido. E no chuveiro, você canta?…”Por isso que eu canto, não posso parar”… (Força Estranha, Caetano Veloso)

Então…eu também! Música brasileira, samba, italiana, boleros, sertanejo…gosto de quase todas.

Saiba que escutar musica, fazer música, requer grande atividade cerebral. Somos tão influenciados pela música que, mesmo que não nos mexamos, ao ouvir uma música, ou um ritmo, nosso cérebro irá responder a este estímulo.

A música provoca diferentes reações em cada um de nós, como quando você ouve determinada música e lembra de alguém ou de uma situação vivida. “…São tantas já vividas, são momentos que eu não esqueci…”. (Emoções, Roberto Carlos)

Acontece isso com você? Nesse momento você pode chorar, pode ficar triste ou alegre, pois a música tem esse poder de facilitar a expressão de sentimentos e é considerada uma forma de comunicação que permite maior interação social, capaz de estimular o indivíduo a refletir sobre sua vida, seu passado “…Roda pela vida afora, e põe pra fora, essa alegria…” (Sá Marina, Tibério Gaspar/Antonio Adolfo)

A música é transformadora, eleva nossa alma, favorece a meditação e nos aproxima de algo divino. Sem ela? O tempo não passa, parte de mim adormece e o coração “…Fica faltando um pedaço…” (Faltando um Pedaço, Djavan)

ACAMT - Instrumentos Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas

Música e sentimentos

Musicoterapia como possibilidade de expressão

Aprendemos desde pequenos que não devemos liberar nossa raiva, sermos agressivos, gritarmos, pois tudo isso vai contra a boa educação. Mas se pensarmos bem, estamos sendo tolhidos da nossa possibilidade de expressão, dos nossos sentimentos, das nossas emoções. É claro que não se pode permitir que a criança agrida, morda, bata no outro, mas é necessário encontrarmos formas de canalizar esses sentimentos, essa expressão corporal e verbal.

Existem algumas formas para se fazer isso e uma delas é através da musica, onde encontramos um canal possível de liberar essa energia contida nas nossas memórias que estão reprimidas, nas imagens que guardamos uma vida toda, pois a música possui esse potencial de resgatar o que está guardado “dentro do nosso baú”, de transformar afetos e conteúdos difíceis de serem ditos numa linguagem verbal.

Você sabia que a última memória que perdemos é a musical?

Entre os primeiros sinais da doença Alzheimer está o esquecimento, a dificuldade de estabelecer diálogos, a diminuição da concentração e da atenção. Então você veja como a musicoterapia atua nesse sujeito adoecido: substitui o dialogo verbal pelo diálogo musical, pois ali ainda esta presente sua memoria musical, e oferece nesse momento uma forma de estimular a memória, a atenção e concentração. É preciso lembrar que a doença leva a um certo isolamento e se faz necessário intervenções que promovam melhor qualidade de vida.

Um profissional como o musicoterapeuta pode auxiliar a resgatar sentimentos adormecidos, lembranças esquecidas, utilizando a música , a melodia, o ritmo, oferecendo ao paciente uma nova forma de auto expressão e de prazer.

Então, coloque mais música na sua vida!

ACAMT - Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas
ACAMT - Instrumentos Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas
ACAMT - Instrumentos Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas
ACAMT - Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas

Você sabe do que seu filho precisa?

Coloque mais música na vida de seu filho

É preciso estar sempre atenta aos talentos de um filho, saber o que ele gosta e também o que ele precisa. É o curso de inglês, ou outra língua, pois falar somente o português já não é mais suficiente. É a escolha de um esporte, pois é urgente gastar muita energia, desenvolver habilidades esportivas, seja com o futebol, com o basquete, com o handebol ou qualquer outra modalidade.

Mas uma outra forma importante de desenvolver habilidades em seu filho é através da música. Não somente através da musicalização escolar, mas desenvolvendo habilidades em algum instrumento musical. Como psicóloga e musicoterapeuta, observo que as queixas dos pais são repetitivas quanto ás dificuldades de relacionamento com os filhos.

Filhos agressivos, filhos tristes, filhos com déficit de atenção, filhos tomando medicamentos para pais viverem melhor, filhos deprimidos, filhos esquecidos, filhos sem tempo. Sim! Isso acontece às vezes bem pertinho da gente.

Você… Conhece algum filho assim? Então use a música como recurso!

A música influencia em nossos sentimentos, harmoniza nossa vida, centraliza nosso ritmo, comunica uma mensagem às vezes escondida, conta a nossa história, nos faz companhia. Aumenta a capacidade de memorização, melhora habilidade matemática, aguça a concentração, desenvolve disciplina, socializa, e nos deixa mais felizes!!

Então, coloque mais música na sua vida e do seu filho!

ACAMT - Instrumentos Musicoterapia SC - Associação Catarinense de Musicoterapeutas

Os Benefícios De Aprender A Tocar Um Instrumento Musical

Crianças e também os adultos melhoram concentração e memória tocando um instrumento

Estudar um instrumento musical é algo de certa forma simples e que oferece uma experiência fantástica num mundo diferenciado, onde você aprende a ler uma outra linguagem.

Não sei se é impressão minha, mas sinto que já não se dá mais tanta importância à aprendizagem musical e me preocupa esse “esquecimento” quando tocar um instrumento oferece inúmeros benefícios além de ser muito prazeroso.  Quando criança, na pequena rua em que eu morava, éramos seis estudantes de piano e como era agradável! Sempre havia uma conversa sobre as músicas e exercícios que estávamos estudando. A música fazia parte da educação e todo ano havia as audições, as apresentações onde todos se esmeravam para que tudo acontecesse sem erros.

Hoje, quarenta anos depois, a ciência evolui muito, expandindo conhecimentos das bases neurobiológicas e comprova os efeitos que a música exerce sobre nosso cérebro, o quanto ela potencializa nosso desenvolvimento, melhorando as capacidades cognitivas. Ela se relaciona com muitas funções cerebrais como percepção, cognição, emoção, aprendizado e memória.

Sem dúvida tocar um instrumento pode levar você a se comunicar melhor, a trabalhar a timidez, a desenvolver seus sentimentos, a praticar atenção, o foco no momento presente, e mais do que isso, contribui no aprendizado da DISCIPLINA e na formação de HÁBITOS, tão difícil hoje com todas as facilidades de acesso a tantas informações, tantos jogos, tanta mídia.

O aprendizado não é somente direcionado às crianças, mas também para quem deseja melhorar a concentração, a memória, para aqueles que querem envelhecer de forma mais saudável.

Vamos colocar nossos neurônios para funcionar, vamos desenvolver nossa audição, nossa percepção e ser feliz!

Sara Haymussi Sales é natural de Caçador (SC), Professora de Piano e Musicoterapeuta, formada no Conservatório Brasileiro de Música no Rio de Janeiro. Formou-se também em Psicologia no IBMR, Rio de Janeiro. Hoje mora em Caçador-SC e faz atendimentos para crianças, adolescentes e adultos.

Atende na rua Sen. Salgado Filho, 406/03 – Centro – Caçador/SC

Facebook    Instagram    (24) 9 8803-2071           [email protected]